Automatizar conexões ssh

Sistema utilizado: Ubuntu 19.04

Automatizar as tarefas repetitivas é um pre requisito para a produtividade dos devs. Uma dessas tarefas são as conexões SSH recorrentes para manutenção dos sistemas.O comando básico para conexão SSH é o seguinte:

$ ssh usuario@servidor

Em seguinda você fornece o password e realiza a conexão.

Tudo bem, é fácil e rápido. Mas quando isso precisa ser realizado umas vinte vezes para servidores diferentes, com password diferentes, isso fica cansativo e pode consumir tempo se você, assim como eu, teve uma juventude destruidora de neurônios, levando a consultas incessantes por arquivos com os dados de conexões dos seus clientes.

Para facilitar isso eu uso dois recursos muito bacanas. Primeiro eu crio um alias no meu .bashrc para executar a chamada ao servidor ssh. Por exemplo, use seu editor favorito e edite o .bashrc adicionando a seguinte linha no final do arquivo:

alias ssh-cliente=’ssh usuario@cliente.com.br’

Vamos ver o que siginifica cada entrada abaixo.

alias: comando que adiciona o apelido (alias) para o comando

ssh-cliente: nome do apelido (alias) que você esta criando

‘ssh usuario@cliente.com.br‘: comando a ser executado ao chamar o apelido (alias) na linha de comando

Se você editou o .bashrc no próprio terminal usando o vim ou o nano, é preciso salvar o arquivo , sair do editor e usar o comando source para carregar as novas alterações:

$ source .bashrc

Maravilha, agora toda vez que desejar se conectar ao servidor você não precisa digitar todo o comando no terminal, basta chamar o alias:

$ ssh-cliente

O sistema vai executar o comando vinculado ao alias e pedir o password para conexão. Até ai bacana, resolve o problema de ter que digitar os dados do usuário e do servidor, mas ainda é preciso buscar na memória ou em alguma anotação o tal do password.

Para agilizar esse processo, primeiro vamos criar uma chave ssh e depois vincular aos dados da conexão. Para criar a chave basta executar o comando:

$ ssh-keygen

O primeiro input que o comando pede para o usuário é:

Enter file in which to save the key

Você deve digitar o caminho e o nome do arquivo no qual a chave será salva. Se o usuário deixar em branco o campo, o programa cria por padrão um arquivo chamado id_rsa no diretório ~/.ssh/

Depois é só inserir a senha do servidor e repetir para confirmar

Por último basta vincular a chave criada com os dados do servidor:

$ ssh-copy-id -i ~/.ssh/id_rsa usuario@cliente.com.br

Então a próxima vez que você executar o alias no terminal, o sistema vai perguntar uma última vez qual a senha do servidor e você deve marcar o checkbox para memorizar sua decisão. Após realizar esse procedimento, toda vez que você chamar o alias para a conexão com o servidor, o sistema já vai verificar a chave ssh e conectar sem pedir para o usuário digitar a senha.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*