02/06/2020

Como implementer Serverless com OpenFaas e PHP

Entenda como implementar serverless usando uma solução open source, o OpenFaaS.

As arquiteturas sem servidor (serverless) são projetos de aplicações que incorporam serviços “Backend as a Service” (BaaS) de terceiros e/ou que incluem execução de código personalizado em contêineres efêmeros gerenciados em uma plataforma “Functions as a Service” (FaaS).

Ao usar essas ideias e outras relacionadas, como aplicações single-page, estas arquiteturas removem grande parte da necessidade de um componente tradicional de servidor. As arquiteturas serverless podem se beneficiar de um custo operacional, complexidade e lead time de engenharia significativamente reduzidos, a um custo de maior dependência de fornecedores e serviços de suporte.

 

Como implementar funções PHP Serverless com OpenFaaS

Serverless computing, ou simplesmente serverless, é um tema quente no mundo da arquitetura de software. Os fornecedores de nuvem “Big Three” – AmazonGoogle e Microsoft – investem pesado em Serverless, e vimos muitos livros, projetos de código aberto, conferências e fornecedores de software dedicados ao assunto.

Neste artigo, vamos ver como podemos implementar serverless utilizando uma solução open source, o OpenFaaS.

 

O que é o OpenFaas?

OpenFaaS é uma estrutura para criar funções serverless em contêineres (com o Docker e o Kubernetes).

Com a ajuda de FaaS abertas, é fácil transformar qualquer coisa em uma função sem servidor que seja executada no Linux ou no Windows, por meio do Docker ou do Kubernetes. Ele fornece uma funcionalidade integrada, como infraestrutura de auto-recuperação, dimensionamento automático e a capacidade de controlar todos os aspectos do cluster.

Então, basicamente, o OpenFaaS é um conceito de decompor nossas aplicações em uma pequena unidade de trabalho. Um dos principais benefícios é o fato de não precisarmos gerenciar a infraestrutura de aplicações, possibilitando aos desenvolvedores se concentrarem em fornecer valor de negócios. Vale reforçar que o serverless é perfeito para dispositivos IoT, arquitetura de microsserviços ou qualquer outro tipo de aplicação que precise ser eficiente.

Além disso, o OpenFaaS permite criar e distribuir funções “serverless” em um ambiente de computação em nuvem.

Voltar